não deu hoje...


não que eu não seja assim o tipo que adooora sair e não vive sem uma balada, mas acontece que final de semana pra mim não quer dizer necessariamente ter que sair! (posso ver as carinhas de espanto e as cabeças meneando "nãos")

Tá... é que faz parte da personalidade blasé que me é peculiar... mas hão de me entender, ora. Para alguém que trabalha por vezes de domingo a domingo, tanto faz o dia para sair! Invariavelmente no dia seguinte eu acordarei no mesmo horário (quando não levanto atrasado e já saio da cama xingando e maldizendo por ter feito hora pra dormir! coisas da vida) e seguirei para o tão amado trabalho.... (eu realmente preciso parar com essa mania de falar tudo no mesmo tom sarcástico como se estivesse sempre na minha cabeça, sem me dar conta....)

Mas a idéia é basicamente essa - seja segunda ou sexta, quando eu estiver com vontade de sair, vou sair! Ir à praça conversar com os amigos já é um programa ótimo para mim! (que aliás nunca mais deu certo. Tô achando que tiraram a praça de nós... de algum modo anda escondida).

E outra coisa, eu sempre tenho tanta preguiça pra sair! Ah.... ficar pensando que tem vestir uma roupa diferente, pensar em como ir, planejar coisas pra contar quando encontrar com as pessoas, ter que ser engraçado - mas não bobo. E tem a preocupação de não poder me alimentar nessas situações... nunca tem nada que seja suficiente para acalmar meu estômago. E assim gasta com comida, gasta pra voltar - mesmo agora habilitado...

São todos esses fatores que já me indispõem antecipadamente, mesmo quando sei que o lugar aonde vamos é o mesmo de sempre! Mas me deixem! Acabo indo de teimoso e para compensar, dou risada!

Hoje até que surgiu um programinha sim... festinha junina típica com direito a vários comes (nham nham) e a presença dos amigos! Mas analisem comigo:
* horário para ir: depois das 22h
* local: quase que fora da cidade, num conjunto de chácaras residenciais - resumindo: longe
* transporte: seria uma carona que depois não teria mais
* contribuição: algo para complementar o cardápio
* gasto: taxis, onibus e afins...

É assim que eu analiso as coisas... e também considerando o fato que eu trabalho amanhã (mas esse ponto eu relevo por estar postando agora, mas eu prometo que termino o post e vou dormir, eu juro!)
Aí ficou assim.
- Então não rola Bi, vamos ficar em casa mesmo.
- Mandar uma mensagem e depois desligar o telefone pra não correr o risco de ligar fica muito feio?
- Não fica não.
Foi esse o diálogo final entre meu querido amigo Eddie e eu. Agora entendem que eu preciso MESMO controlar meu sarcasmo quase natural?
Esse post já deu agora...

Outro!

1 Response to não deu hoje...

  1. Lalinha says:

    Hahahahaha... Não aguento vocês dois. Muito a carinha da duplinha mais blasé de Franca desligarem o celular depois de não dar o ar da graça!
    Pelo menos não me sinto a única pessoa que não saiu ontem.
    Também tenho essas indisposições quando penso na dificuldade de locomoção, gastos extras e supostos efeitos causados pelo elevado grau etílico que costumo alcançar em passeios noturnos. (falei bonito agora einh)
    Ah, e claro, penso sempre nessa coisa de variar o figurino e me dá uma preguiça enorme. Mas não acho que tenha algo pior do que passar um sábado em casa com a rede globo transmitindo aquele programa que deixa as pessoas depressivas, quando deveria causar um efeito cômico. Zorra total é a pior parte de um sábado em casa.
    Desliguei a TV e fui me deitar ás 22h30. Chorei um pouco mas isso é coisa de pessoas afetadas por barbitúricos alternativos. Nada demais.

    Estou um pouco decepcionada porque esperava chegar aqui e encontrar o MEME respondido, mas já que está trabalhado darei o digno desconto.

    Outro.