#Filme e Sessão Descarrego


A história que contarei hoje aconteceu há alguns anos, quando eu tinha uns 14, 15 anos, eu acho. Mas isso não importa. A coisa foi assim...

Depois de termos visto O Exorcista, estávamos nessa vibe de passar as tardes vendo filme de terror e comendo pipoca (eu não gostava muito de fazer coisas assim na minha casa porque a sujeira toda ficava para eu limpar sozinho).

Um belo dia resolvemos alugar O Exorcista III, por um péssimo motivo, afinal de contas a história é muito ruim, com ênfase no ruim. Só me lembro de ter visto umas partes com pombos, muito gelo seco e uma clínica de distúrbio do sono. Até achei que pudesse ser um filme do Freddy Krueger, mas enfim. Vai ver nem era o III e sim o II, mas nem por isso seria melhor. Mas voltando. Estávamos em 5 pessoas, na sala. Pipoca rolando e o filme lá... Ninguém gostando. Quando de repente notamos que a Fulana (não lembro MESMO do nome dela) estava muito quietinha sentada no sofá.

Começamos a conversar com ela, mas não respondia nada, não mexia. Aí do nada falou para colocarmos na novela do SBT - Kassandra (aquela da cigana e tal... joga no YouTube). Claro que ninguém levou esse pedido muito a sério. Mas ela continuou e deu birra até. Quando vê, soltou os cabelos, segurou o bico-de-pato perto da boca, como um microfone, e a partir daí a coisa desandou!

- Eu sou a Kassandra! Eu sou a Kassandra (e jogava os cabelos, mexia a cabeça, mãos...)

Todo mundo riu, é lógico, mas a menina continuou nessa coisa de ser a tal Kassandra, ficava chamando o par romântico dela e começou a dançar pela sala.

Pena que naquela época não existia isso de inclusão digital, de modo que câmera e celular que filmasse eram lendas.

Eu estava dividido entre rir muito e me preocupar, afinal de contas a Fulana estava relamente alterada. Uma outra amiga dela já estava chorando porque a Fulana tinha surtado, mas achava que ela estava tirando uma com a nossa cara e blá blá blá.

O cachorro da dona da casa tinha sido operado havia pouco tempo e estava bem malzinho, deixava a gente com um ligeiro mal-estar. E nossa amiga doida Fulana foi lá se compadecer do cachorro. O chorava descontrolada, conversava com o cachorro, dizia que o cachorro ia morrer e chorava mais.

A coisa toda já estava muito fora de controle, porque a Fulana queria sair e voltar pra casa dela, mas ninguém deixava a menina sair. Pra que! Aí que ela enlouqueceu. Bateu no portão, gritava, caiu no chão...

Eu não pude ver o final desse episódio porque tinha aula de inglês. Pulei a janela do quarto e fui embora! Nunca mais vi a Fulana.

1 Response to #Filme e Sessão Descarrego

  1. ivan says:

    confesso que ri muito!