não, não é bem isso...


Estou bastante introspectivo por esses dias... observador, mais calado. Ao mesmo tempo em que estou facilmente irritado e irritável, com um certo acúmulo de sensações, vontades e diálogos interrompidos. Não, não é uma crise. Talvez um pressentimento - há algo vindo por aí!

Às vezes não estou pensando em nada e de repente eu desligo, vou entrando em mim e milhões de situações, perguntas, vontades, coisinhas nada-a-ver passam pela minha cabeça sem eu nem conseguir conciliar. Tamanha intensidade que adquirem sons, formas. Será que estou ficando louco de vez? Melhor não contar com tantos detalhes então! hehehe

Só que sinto a vida tomando novos rumos. Não sei se a vida de todo mundo, mas pelo menos a minha. Parece coisa de adolescente que não se encaixa no contexto social em que está inserido. Uma vontade de sair sem uma direção.

Estou cansado e sem saco para convencer as pessoas - clientes perdidos andando pelo shopping, que entram na loja sabe-se lá porque e, enquanto estão lá dentro ouvindo minha história de sempre, se perguntam como foram parar lá (se eles não se perguntam, eu me encarrego disso!). Ou convencer os outros (e sublinho aqui o artigo definido masculino) de que sou uma ótima companhia e que, decididamente, não encontrará fácil por aí um outro que seja divertido, inteligente, gostos afins não duvidáveis, etc, etc...

É essa necessidade em ser o tempo todo simpático que me cansa! O que pode ser pura conseqüência dos dias atuais e mais ainda culpa da ocupação profissional que tenho. Ou seja, vivo um paradoxo. Eu não posso fazer cara feia para cliente, não posso dar um resposta irônica proporcional à minha indignação (tá, em algumas vezes eu não me controlo e acaba saindo uma coisinha de leve), não posso evitar ter contatos com pessoas das quais não sinto a menor afinidade imediata (isso para as reuniões de amigos de minha mãe e padrasto, nas quais sou forçado a me socializar), nem entrar em crise direito eu posso porque emprego hoje em dia está difícil, portanto nada de ficar em casa com questionamentos no horário comercial (deixo isso para as horas em que deveria estar dormindo). E tudo isso, querido leitor, munido de um sorriso inabalável e paciência misericordiosa...

Meu reino por uma discussãozinha gratuita, para eu aliviar só um pouco essa pressão contida.

6 Response to não, não é bem isso...

  1. ohshittt says:

    ah gato hoje é dificil vc poder ser vc mesmo...o mundo tah meio superficial mais se vc caçar bem acha alguma coisa interessante...
    agora qnto as recepções da sua mãe falq tah com piriri e fica no seu quarto...ou sei lah meu...se tu jah eh grandinho o bastante pra trabalhar eh grande pra fala q não está com a minima vontade de ir ué!

  2. ohshittt says:

    ouxi qndo eh assim sai ué!
    fala q tah cansado!
    ou sei lah da oi fica 15 minutos na sala comendo (pq certeza q ela deve fazer algo pra eles se empanturrarem) depois sai se tranca no banheiro e fica lah uns 10 minutos depois vai ateh ela fala q num tah bem e deita!!!

  3. Miss K says:

    usa alguma criatividade aki filho!
    sahhushuashuuhssuhhusauhsa

  4. ohshittt says:

    cometarios!? q tipo!?

  5. Eddie says:

    Amigo, vc tá precisando conversar!
    Outro.

  6. spirra says:

    amorzinho! own...qdo voltar a franca nós brigamos tah? um beijo!