não tenho um no momento...


Sinceramente, eu estou completamente doente! (pode não parecer pois continuo executando minhas tarefas - trabalhar, cuidar de irmã, postar aqui... mas enfim!)

Hoje eu estou um pouco melhor, doutor. As dores no corpo diminuiram um pouco, não tenho mais febre e a sensação de bola no estômago está menor também. Só a cabeça que ainda dói. Mas não, não quero tomar soro...

Eu queria fazer um post engraçado, mas vou falar de um assunto sério - de como estamos sendo prejudicados pela falta de água.
Sim, porque essa história de ficar sem água não tá sendo muito divertido. Claro que tem sempre quem ache bom pois serve como incentivo para economizar, mas pelo amor de deus né!! Falar que não tomou banho porque estava economizando água é demais! Fora que nunca se sabe quando vai ter água ou não... eu já fico meio preocupado porque tenho mania de ter insights sempre que tomo banho... agora imagina, eu estou lá e de repente vem toda a idéia para uma esquete... ou uma poesia... termino um verso e pá! cadê água?? E não adianta ficar olhando e apontando dedo para o chuveiro porque isso não resolve... é de se ficar indignado! Aí toma banho de canequinha a criação fica em intervalos né... uma canecada, uma fala.... depois pra juntar isso tudo vai ter que ser uma descarga só! kkkkk mas bobagem...
Dizem os técnicos (mas eu não sei quais pois eles nunca aparecem ou nunca se sabe da existência deles...) que logo o problema se resolve... aqui em casa a água deu sinal de que não vai acabar, mas fica a dúvida - e se isso tudo for um plano de um megalomaníaco dono de uma distribuidora de água querendo dominar a cidade fazendo com que todo mundo compre água dele?? É minha gente.... aposto que vocês não tinham parado para pensar nisso! Tenham medo... tenham muito medo!

outro....

4 Response to não tenho um no momento...

  1. Aí meu Deus, esses remédios vão deixar meu amigo melhor?
    Volta Biel, volta...
    Ahhhh lembrei, lembra?
    Vorta, vorta.
    Gatinho careca no, acenda las luzes.
    Acendaaaaaaaaaaaa.

  2. Lalinha says:

    Adoro devaneios de gente enferma, são os melhores! hahahaha... E quando fico febril eu fico mais desconfiada desses complôs capitalistas também. Eu realmente não tinha pensado nisso mas agora que você falou já estou com os miolos fervendo! (*cara de psicótica surtada-absurdada*)

    Quando eu tomo banho geralmente elaboro aqueles diálogos parecidos com filmes, sabe? Invento as falas e sempre estou emputecida com o interlocutor, não sei por que, é uma coisa. hahahaha!!


    Melhoras pra você queridinho...

    Beeijo!

  3. Lalinha says:

    Duas coisas:

    Primeiro, esqueci de dizer mas adorei o visual novo do Bololog. O cinza é blasé por natureza, expressa tanto estado de alma, adoro! E junto com essas cores psicodélicas-fluorescentes então... ficou ótimo! Ah, e o banner com sépia dá uma nostalgia boa... São misturas extremistas que deram certo! Ai, desculpa, acordei tão analista...

    Sem falar que o texto em orange não me cansa as vistas.
    (astigmatismo-on)

    A outra coisa é que quando ouvi Vapor barato/A flor da pele na peça de vocês, eu sei lá, mudei o jeito de ver a música, sabe quando te dá um "clic" e alguma coisa que era banal começa a te tocar profundamente? Aconteceu com essa música... Me deu vontade de chorar mas não chorei na hora, só depois em casa. Hahahaha... Coloquei de trilha no meu blog.


    Ai, tá bom, agora dê um de Shrek e diga: "Ahhhhhhhhh, seu Burro falante de irritação constante". hahahaha... Tô parecendo com o Burro chato do Shrek misturado com papagaio-de-pirata hoje.


    Outrooo!

  4. Hohoho!

    O disk macumba foi ótEmo.
    É verdade, não tinha pensado nesse plano maquiavélico dos distribuidores de água. Meeedo...

    Não se esqueça que esse é o mês do cachorro louco. Apesar de que nessa falta dágua vai ser difícil algum cachorro ter hidro-fobia. ;)

    Abraço! (Comé que se diz mesmo: outro! Hoho!)