Breviações (continuando aquele encontro)


ELE (sentado na poltrona do quarto, fumando): Você fica bonito sorrindo enquanto dorme.
EU (deitado): Dormindo... o quê?! (se dá conta) Meu deus! Que horas são?? (levanta e se vestindo) Eu sabia, sabia que não devia ter subido! Tô atrasado! Pronto, vou chegar lá pra assinar minha carta de demissão! No mínimo já deve ser meio dia! Tô ferrado!, pra nao falar outra coisa.
ELE: Calma. Ei! Calma! Ainda é ontem, você dormiu pouco mais de uma hora. E outra coisa, eu não posso ficar até meio dia na cama.
EU: Nossa, que vergonha. Bom, mas de qualquer jeito eu preciso ir embora, antes que eu comece a achar que isso já é parte da minha realidade. (pega as coisas)
ELE: Você podia mudar esse seu jeito de pensar, acho que já comentei.
EU: Que jeito? Prático e realista?
ELE: Neurótico e pessimista. Tem mesmo que ir agora? Bem agora?
EU: Eu só não quero correr o risco de perder outras horas de sono.
ELE: Quer dizer, já é quase de manhã, você termina a noite dormindo aqui, amanhã toma um banho e eu te levo pro shopping.
EU: Eu não posso simplesmente esquecer que eu tenho uma casa e minhas coisas lá...
ELE: Então é isso?
EU: Como assim...?
ELE: Assim... você saindo assim, mecanicamente.
EU: Você não entende? Faz parte do processo pelo qual eu passo a fim de não me sentir mal.
ELE: Por acaso o que aconteceu foi tão ruim que precisa sair correndo?
EU: É justamente o contrário. Eu preciso ir embora agora antes que meu coração inconseqüente resolva agir por vontade própria.
ELE: Eu te levo.
EU: Não. Por favor. Vai ser mais fácil se você ficasse aqui.

(ELE fica. Eu sai.)

2 Response to Breviações (continuando aquele encontro)

  1. Gi says:

    ahhhh que imaginaçããooooooo!!!!!!

    =)

    que lindo !!!!!

    =)


    menino cheio de ideias =)

    adoro!

  2. spinelli says:

    adorando! Ficaria belíssimo no palco, juro!